Vitória

CONTRA O FEMINICÍDIO

Este abaixo-assinado foi vitorioso com 7.013 apoiadores!


Nós, abaixo-assinados, devidamente qualificados (as), em virtude da prova do crime bárbaro (feminicídio) cometido contra a senhora ADELAIDE – Parteira, e dos indícios suficientes de autoria e da periculosidade do agente, evidenciada pelo modus operandi, solicitamos que seja requerido ao Juízo Competente, a PRISÃO PREVENTIVA de ANISIO SATEL.

Nos termos do artigo 312 do CPP, havendo prova da existência do crime e indícios suficientes de autoria, a prisão preventiva poderá ser decretada para garantia da ordem pública, da ordem econômica, por conveniência da instrução criminal ou para assegurar a aplicação da lei penal.

Os Tribunais já firmaram entendimento de que o modus operandi, os motivos, entre outras circunstâncias, em delito grave, são indicativos concretos da periculosidade do agente, o que justifica a sua segregação cautelar para a garantia da ordem pública.

Por outro lado, em decorrência das notícias de que o acusado está se mudando para outra cidade, justifica-se o encarceramento para assegurar a aplicação da lei penal.

Assim, diante do clamor social na comunidade tatuiana, requeremos, urgentemente, a atuação da Policia Judiciaria nesse caso especifico e da atuação efetiva do Estado nos casos dessa natureza, conforme portaria 340, de 22 de junho de 2020, do Ministério da Justiça e Segurança Pública.



Hoje: Debora está contando com você!

Debora Camargo precisa do seu apoio na petição «DELEGADO DE POLÍCIA DE DEFESA DA MULHER: CONTRA O FEMINICÍDIO». Junte-se agora a Debora e mais 7.012 apoiadores.