Pela apuração das denúncias do CRP-SP

0 pessoa já assinou. Ajude a chegar a 500!


Resumo: Solicitamos uma assembléia para debater termos de uma comissão investigativa sobre as denuncias realizadas pela diretoria de 2017, conforme https://www.facebook.com/integrapsicoletiva/videos/1013220695509900

O problema: Ao longo de 2017 houve diversas denuncias sobre o CRP-SP que até hoje ainda não foram apuradas. Um grupo de conselheiros acusa algumas pessoas ligadas ao CRP-SP de tirarem vantagem financeira usando indevidamente mecanismos legais. Todos os conselheiros e colaboradores, que atualmente somam quase 400 pessoas, trabalham voluntariamente, entretanto, cada dia que trabalham recebem um valor de ajuda de custo mais o ressarcimento de eventuais despesas. A acusação é de que mecanismo estaria sendo indevidamente explorado por pessoas que chegaram a receber até R$ 1.200,00 por apenas um dia de trabalho. Por se tratar de um mecanismo legal, uma auditoria fiscal não teria como apontar este uso indevido, pois o reembolso é previsto e não cabe ao auditor analisar o valor, isso seria uma função administrativa.

Mão na massa! Os psicólogos de São Paulo exigem uma investigação ampla, transparente e com a participação da classe e que a atual diretoria deixe de se omitir.