A ESCOLA PEDE SOCORRO: Segurança patrimonial da E. E. B. Getúlio Vargas

0 pessoa já assinou. Ajude a chegar a 2.500!


Nós, da comunidade da ESCOLA DE EDUCAÇÃO BÁSICA GETÚLIO VARGAS, localizada no bairro Saco dos Limões, cidade de Florianópolis, solicitamos que sejam tomadas medidas urgentes em relação à SEGURANÇA PATRIMONIAL DA INSTITUIÇÃO.

Mencionamos que, somente no mês de junho, a escola foi invadida, roubada e depredada mais de cinco vezes e que, ainda que o caso tenha sido encaminhado de acordo com o disposto nos termos da Lei, medida alguma foi tomada em relação a oferecer melhor infraestrutura de segurança à instituição ou reparar os danos causados. 

Nesse sentido, vimos por meio deste solicitar:

1)  Aumento do número de câmeras para vigilância eletrônica, pois existem muitos pontos cegos não cobertos pelo sistema de segurança, sendo necessária a instalação de 16 (dezesseis) novas câmeras;

2) Troca do DVR (aparelho para sistema de câmeras) de 16 para 32 câmeras;

3) Troca de 15 (quinze) câmeras já instaladas, pois as mesmas não possuem qualidade para gravação noturna, período onde ocorrem o maior número de invasões e assaltos;

4) Reconstrução imediata do muro da escola;

5)  Ampliação dos pontos de sensor para alarme;

6) Sistema de sirenes com maior alcance;

7)  E, ainda, PRESENÇA DE VIGILÂNCIA ORGÂNICA (PRESENCIAL) 24h, todos os dias, inclusive aos finais de semana.

Frisamos que o bom andamento do trabalho pedagógico exige a segurança da estrutura física da escola, bem como de seus equipamentos, materiais pedagógicos e documentos, tendo sido esta estrutura fortemente danificada nos últimos arrombamentos (equipamentos, armários, portas, janelas, etc.)

Contamos com a sua colaboração!