Contra o corte na permanência estudantil pela Reitoria da USP

0 pessoa já assinou. Ajude a chegar a 100!


A atual reitoria da USP tem implementado medidas de austeridade muito graves recentemente. Uma das últimas dela é o corte de bolsas para 500 alunos, o que impacta diretamente na qualidade de vida e principalmente na permanência estudantil, podendo levar vários estudantes a desistirem de seus cursos por não terem como se manter.
Muitos alunos  já tiveram, a partir deste mês, suas bolsas canceladas (como o auxílio moradia) sem aviso prévio. Isto impossibilita os alunos de pagarem seus aluguéis. A justificativa da Superintendência de Assistência Social (SAS) é que a pontuação mínima para bolsa moradia mudou com relação ao número de ingressantes do ano passado (já que entraram mais alunos de baixa renda, em especial com a adoção do Sisu, e embora desde o ano passado a USP soubesse que isso aconteceria, não fez nada). Com esta mudança, 500 alunos perderam suas bolsas e possivelmente há alunos que não saibam que as perderam.

O que pode ser feito no momento: os estudantes nessa situação devem enviar recurso à SAS até quarta-feira (dia 24/05). O DCE já enviou uma nota de repúdio à SAS, e os centros acadêmicos estão se posicionando a respeito, inclusive arrecadando dinheiro para ajudar os bolsistas.



Hoje: CAHIS USP - Luiz Eduardo Merlino está contando com você!

CAHIS USP - Luiz Eduardo Merlino precisa do seu apoio na petição «Contra o corte na permanência estudantil pela Reitoria da USP». Junte-se agora a CAHIS USP - Luiz Eduardo Merlino e mais 48 apoiadores.