Médicos do Rio pela vida: vacinação já, pelo SUS e por conselhos de medicina responsáveis

0 pessoa já assinou. Ajude a chegar a 2.500!


Nós, abaixo-assinados, médicos em atuação no Rio de Janeiro, vimos a público repudiar com veemência a política negacionista e de sabotagem do governo Bolsonaro no enfrentamento à pandemia de Covid-19, assim como a omissão a respeito dos Conselhos Regional (CREMERJ) e Federal (CFM) de Medicina.

As restrições impostas pelo governo a medidas consensuais de prevenção ao Covid-19, a ocupação de cargos no governo por pessoas sem qualificação profissional, o reiterado estímulo ao consumo de medicamentos ineficazes a título de tratamento e o assédio praticado junto a médicos para que prescrevam tais medicamentos, sua incompetência na organização da vacinação, e o massacre por asfixia em Manaus devido a negligência, contribuíram para a morte de 212.831 brasileiros (até 21/01/2021) – caracterizando um governo genocida e incapaz de proteger a saúde da população. 

A vigilância do exercício profissional - atribuição precípua dos Conselhos de classe - implica na defesa do exercício profissional em condições seguras, baseada em parâmetros científicos e em benefício da saúde de toda a população. Abrange, igualmente, a fiscalização de publicidade, anúncios médicos e de serviços de assistência médica, bem como a notificação do exercício ilegal da medicina.

Portanto, exigimos:

1) O Ministério da Saúde deve ser conduzido por profissionais comprometidos com a ciência e com o SUS:

2) Vacinação urgente da população brasileira, seguindo a sequência consensual de grupos prioritários;

3) Urgente posicionamento dos Conselhos Regional e Federal de Medicina no sentido de apoiar orientações e decisões da ANVISA e OMS para a prevenção da Covid-19, assim como medidas rigorosas para proteger os colegas ameaçados por autoridades por condenarem o uso de medicamentos ineficazes e com potenciais efeitos colaterais graves.

Colega médica(o): se você apoia esta carta, por favor, não deixe de registrar sua especialidade no espaço destinado a comentários (após a assinatura)

Alberto Chebabo - vice-presidente da SBI e infectologista do HUCFF-UFRJ 
Ary Miranda - professor ENSP/FIOCRUZ
Benilton Bezerra - psicanalista e psiquiatra. Professor aposentado do IMS-UERJ
Celina Boga - CSEGSF/ENSP
Celso Ramos - presidente da Sociedade de Medicina e Cirurgia do Rio de Janeiro e membro titular da Academia Nacional de Medicina. Professor adjunto de DIP da UFRJ
Cláudio Coletti Júnior - infectologista
Cláudio Gil Soares de Araújo - especialista em medicina do exercício e do esporte
Delia Celser Engel - infectologista
Dina Czeresnia - sanitarista 
Eduardo Faerstein - professor do IMS-UERJ
Elvira Maria Godinho de Seixas Maciel - ENSP/FIOCRUZ
Evelyn Goyannes Dill Orrico - psiquiatra 
Geraldo Kikoler - psiquiatra e psicanalista
Gisele Israel - sanitarista
Gulnar Azevedo - professora do IMS-UERJ
Ivani Bursztyn - sanitarista
Jaime Rabacov - clínica médica
Jorge Luis do Amaral (Bigu) - clínico
José Gilberto de Sá - pediatra
José Gomes Temporão - pesquisador da Fiocruz. Ex-ministro da Saúde
José Noronha - ex-secretário de Estado de Saúde
Joyce Cantoni - Instituto Estadual de Endocrinologia
Leôncio Feitosa  - membro titular da Sociedade Brasileira de Cirurgia Cardíaca. Ex-secretário de Estado de Saúde 
Letícia Legay  - sanitarista.  Professora associada e ex-diretora fundadora do Instituto de Estudos de Saúde Coletiva da UFRJ 
Ligia Bahia - professora deSaúde Pública da UFRJ
Ligia Neri da Costa - pediatra aposentada
Luiz Maurino Abreu - cardiologista
Márcio Arnaldo da Silva Gomes
Maria Cristina Pessoa - pediatra do IFF
Mariza Theme  - pesquisadora da Fiocruz
Mauro Rabacov - psiquiatra e psicanalista
Mauro Schechter - professor titular de DIP da UFRJ
Milena Piraccini Duchiade - mestre em Saúde Pública
Miriam Pirim - psiquiatra e psicanalista
Mônica Clemente Machado - sanitarista. Mestre em Saúde Coletiva e MBA em Gestão de Saúde 
Paula Pantoja Boechat - psicanalista
Pedro Chequer - epidemiologista. Ex-diretor do Programa Nacional de AIDS e UNAIDS no Brasil, Argentina e Moçambique
Reinaldo Guimarães - UFRJ e ABRASCO
Ricardo do Rego Barros - pediatra
Roberto Cooper - pediatra. Professor da Faculdade de Medicina da Universidade Estácio de Sá                                                                                                    Roberto Henrique Rosemback - intensivista
Rosa Rita dos santos Martins - Genética Médica e Endocrinologia 
Rosana Kuschnir - sanitarista
Sérgio Terço Dias - Ministério da Saúde
Suely Rozenfeld - pesquisadora aposentada FIOCRUZ
Susie Andries Nogueira - infectologista da SMS de Petrópolis. Professora adjunta aposentada de DIP da UFRJ
Tania Lóes - sanitarista
Tania Vergara - mestre e doutora em infectologia. Funcionária pública aposentada
Vera Maria Mesquita Bortoluzzo  - pediatra
Wanda Silveira - sanitarista
Ziadir Francisco Coutinho - mestre em Dermatologia. Doutor em Saúde Pública