Técnicos e auxiliares de farmácia exigem reconhecimento, regulamentação e inscrição no CRF

0 pessoa já assinou. Ajude a chegar a 1.000!


 

Atualmente os técnicos e auxiliares de farmácia NÃO são reconhecidos pelos Conselhos Regionais de Farmácia (CRF), não podem ser inscritos e ter as garantias e proteção que um conselho de classe propicia aos seus inscritos.

Os CRFs somente reconhecem os profissionais de nível superior (os farmacêuticos).

Os conselhos de classe têm papel fundamental na regulamentação e fiscalização de uma categoria profissional, assim evitando que profissionais sem formação adequada possam exercer a profissão, evitando abusos por parte dos empregadores, lutando por um piso salarial digno.

A luta dos técnicos e auxiliares de farmácia é pelo reconhecimento pelo Conselho Federal de Farmácia e permissão da inscrição nos Conselhos Regionais de Farmácia. 

NÃO TEMOS o objetivo de angariar a autorização para ser Responsáveis Técnicos (R.T) em farmácias ou drogarias, sabemos que esse papel é exclusivo do profissional de nível superior (farmacêutico). 

Para que os técnicos conquistem esse reconhecimento pelo CFF, tenham direito a realizar inscrições nos CRFs e a regulamentação da classe de técnicos e auxiliares aconteça de verdade, possivelmente será necessária a alteração da Lei 3.820/60 onde estão sujeitos a inscrição, nos Conselhos Regionais de Farmácia apenas os bacharéis em Farmácia, nos termos do artigo 14 da Lei 3.820 de 11/11/1960.

Solicitamos aos responsáveis ou interlocutores estaduais ou federias que façam o que for necessário para que nossa categoria conquiste esse sonho, somos uma das poucas categorias na área de saúde que não possuímos reconhecimento e registro no conselho de classe. Alguns exemplos que justificam nosso reconhecimento e registro no CRF é que profissionais da área de enfermagem convivem e dividem funções e nenhum se sobressai sobre o outro: O enfermeiro é como o farmacêutico, gerencia e coordena a equipe, o técnico e o auxiliar tem papéis secundários (com todo o respeito e admiração por esses profissionais) eles são a mão de obra e são como nós os Técnicos e auxiliares de farmácia, a grande diferença é que eles possuem direito a inscrição nos conselhos de classe. 

Nós técnicos e auxiliares de farmácia exigimos que seja revista, alterada ou criada lei ou decretos que possibilitem essa conquista !

Segue um pouco do que é Técnico em Farmácia:

O Técnico em Farmácia é um profissional da área da saúde, atua sob a supervisão de um farmacêutico, podendo exercer atividades como:

Manipular e realizar controle de qualidade de medicamentos e cosméticos em farmácias de manipulação.
Auxiliar a produção, controle e qualidade e logística dos produtos em indústrias farmacêuticas.
Controlar estoque, dispensar, distribuir e dosar medicamentos em farmácias hospitalares.
Dispensar medicamentos em farmácias de unidades básicas de saúde ou similares.
Auxiliar nos processos administrativos de empresas ligadas ao ramo farmacêutico.
Para conseguir um emprego como técnico em farmácia, é necessário fazer o curso técnico correspondente, com duração aproximada de um ano e meio.

Segue um pouco do que é o Auxiliar de Farmácia:

O Auxiliar de Farmácia é o profissional responsável por auxiliar no atendimento e na organização dos medicamentos por setor, repõe medicamentos e materiais, interpreta prescrições médicas, esclarecendo dúvidas em geral e auxiliando o farmacêutico de plantão. 

Entre as tarefas de responsabilidade do Auxiliar de Farmácia estão:

 Atender aos clientes, esclarecer dúvidas sobre medicamentos, doses e horários;
Interpretar prescrições e receitas médicas;
Dar baixa do medicamento em sistema;
Preencher dados necessários no caderno ou sistema de controle para venda de medicamentos controlados;
Auxiliar o cliente a encontrar produtos;
Manter organizado prateleiras e expositores de remédios e outros produtos;
Repor medicamentos e produtos;
Verificar se o preço exposto nos produtos está correto;
Verificar data de validade dos produtos e medicamentos.

Avisos:

  • Técnicos(as) e auxiliares de farmácia vamos lutar por nossa classe !
  • População vamos colaborar com esses profissionais que são imprescindíveis para o funcionamento de farmácias, hospitais, drogarias,  laboratórios e outros setores da área da saúde ! 
  • Farmacêuticos estamos ao seu lado, jamais estaremos disputando suas funções e responsabilidades !

Juntos somos mais fortes !!! 

 

 



Hoje: Glauber A. está contando com você!

Glauber A. Santos precisa do seu apoio na petição «Conselho Federal de Farmácia : Técnicos e auxiliares de farmácia exigem reconhecimento, regulamentação e inscrição no CRF». Junte-se agora a Glauber A. e mais 854 apoiadores.