Destituição do presidente e da atual diretoria executiva da Vale do Rio Doce

0 pessoa já assinou. Ajude a chegar a 1.500!


Não bastasse o envolvimento da Vale por meio da mineradora Samarco, da qual é dona de 50% de suas ações, na tragédia de Mariana que resultou na morte de 19 pessoas e no maior desastre ambiental da história do Brasil até então, agora ela se vê envolvida, dessa vez diretamente, em uma tragédia ainda maior: são até o momento 169 mortes registradas, 141 desaparecidos, e uma devastação ambiental sem precedentes causando prejuízos materiais e humanos gravíssimos à comunidade da região e ao país. Há ainda fortes indícios de manipulação de mercado por ocultamento dos riscos socioambientais de diversos empreendimentos da empresa. 

As últimas declarações do Sr. Schvartsman, presidente da Vale são ainda mais preocupantes e demonstram mais do que falta de reconhecimento de seus erros, parecem afrontar toda a sociedade brasileira fazendo nos crer que a negligência deverá perpetuar: "A Vale vale uma jóia e não pode ser condenada por Brumadinho" e " Sirenes não foram acionadas devido a velocidade do deslizamento"!!!!!

Como se não bastasse tanta ganância e imprudência vemos ainda desde Mariana  um total descaso por parte da mineradora quanto a indenização devida à população atingida.

Por fim, mas não menos importante, a permanência do Sr Schvartsman na presidência assim como dos atuais diretores executivos da Vale, põe em risco uma investigação efetiva e transparente, uma vez que estando no controle da empresa essas pessoas podem agir no sentido de ocultarem fatos, documentos e informações que possam resultar na responsabilização delas mesmas.

Assine essa petição e junte-se ao pedido de diversos grupos como o Articulação Internacional dos Atingidos pela Vale, uma organização formada por movimentos, sindicatos e acionistas da própria mineradora.