Queremos o Impeachment de Jair Messias Bolsonaro

0 pessoa já assinou. Ajude a chegar a 2.500!


O Presidente Bolsonaro, atualmente sem partido, está sob suspeita de desviar verba pública nas Eleições de 2018 por meio de Candidaturas Laranjas. O Ministro da Justiça e Segurança Pública, Sérgio Moro, determinou a investigação do caso.

Bolsonaro não tem capacidade de diálogo, não tem postura para ser presidente, acredita que tudo se resolve na base da bala (provavelmente remontando ao seu passado como militar), não pensa na economia do país, não toma atitudes que possam criar empregos e também não está interessado na conciliação política.

Não, tudo o que o presidente mais quer é criar o caos, pois o bolsonarismo se utiliza disso para sobreviver, assim ele pode surgir como um Messias e conquistar de vez o apoio das massas.

Segundo Miguel Reale Júnior, jurista responsável pela saída de Dilma Rouseff a divulgação de um vídeo obsceno em sua conta pessoal no twitter configura quebra do decoro.

https://www.cartacapital.com.br/politica/jurista-que-tirou-dilma-ve-motivo-para-impeachment-de-bolsonaro/
 
Na noite de terça-feira 5 de março de 2019, o presidente e tuiteiro divulgou um vídeo gravado em um bloco de Carnaval no centro de São Paulo com cenas obscenas.

É claro que Bolsonaro brinca com fogo. Cometeu crime de responsabilidade, diz a lei, quando agrediu o decoro e divulgou um filme pornô em sua contano Twitter. A ordem para "comemorar" o golpe militar de 1964 —e o verbo foi empregado pelo porta-voz— e sua visita à CIA, onde, confessadamente, tratou da crise na Venezuela, agridem, respectivamente, os valores contidos nos Artigos 1° e 4° da Constituição.

Some isso ao seu desdém quase predatório pelas vidas humanas em relação à pandemia de Coronavírus, quando ele subestima o COVID-19 e expõe a população ao risco quando afirma que o comércio deve ser reaberto, contrariando o Ministério da Saúde. O que se configura como crime de responsabilidade.