Não ao PL 672

0 pessoa já assinou. Ajude a chegar a 100!


O PL 672 institui a ideologia de gênero no Brasil. “Gènero” é um conceito ideológico que tenta anular as diferenças e aptidões naturais de cada sexo Para seus ideólogos, “gênero” é uma construção cultural, por conseguinte, negam a natureza humana em matéria sexual, considerando-a como mera construção social, que pode (ou deve) ser desconstruída. TRADUZINDO: “ninguém nasce homem ou mulher” e, sendo assim, as crianças devem experimentar todas as formas de sexualidade possíveis, até encontrarem o ‘gênero’ que lhes pareça ‘adequado’, em oposição aos postulados científicos. Também consideram a pedofilia e o incesto um mito, daí a pretensão de descriminalização desses e outros atentados à chamada “moral conservadora”. Na ideologia de Gênero a família é uma instituição a ser abolida, tornando-se qualquer aglomerado de pessoas com todo tipo de comportamento sexual -, orientado ou não à procriação. Seus ideólogos negam, mas o objetivo é desestabilizar a sociedade, com a destruição da família, a apologia ao homossexualismo, e à sexualização infantil. Para tanto escamoteiam seus discursos em pretensas lutas contra a homofobia (preconceito contra lésbicas, gays e bissexuais, travestis, transexuais, intersexuais, transgêneros)