CONDIÇÕES PRECÁRIAS DA BR-459, EM ITAJUBÁ/MG, COLOCAM EM RISCO A VIDA DE MORADORES

0 pessoa já assinou. Ajude a chegar a 500!


A BR-459 tem 280 km, entre Poços de Caldas (MG) e Lorena (SP). Dos 6 km que cortam a cidade de ITAJUBÁ, trecho de 1,50 km localizado entre a escola do SENAI e o Posto PIRULITO não tem conservação regular e as atuais condições de tráfego são péssimas. A manutenção do trecho está sob responsabilidade direta da Prefeitura Municipal, conforme informação do DNIT.

Por ser a BR-459 uma ligação entre Via Dutra (BR-116) e Fernão Dias (BR-381), é intenso o tráfego de veículos pesados dentro da cidade. As péssimas condições de conservação tornam a rodovia perigosa para pedestres e motoristas. As faixas de travessias de pedestre estão praticamente invisíveis, não há pré-sinalização para que os condutores de veículos se previnam do risco de atropelamento, não há sinalização horizontal e a vertical é insuficiente.  Não existem dispositivos para moderação da velocidade, sempre excessiva, acima dos limites permitidos. Acidentes envolvendo pedestres são frequentes.