Reconhecimento do Impacto da Maternidade na avaliação de bolsas PQ na área da química

Reconhecimento do Impacto da Maternidade na avaliação de bolsas PQ na área da química

0 pessoa já assinou. Ajude a chegar a 200!
Com 200 assinaturas, é mais provável que essa petição seja recomendada a outras pessoas!
Instituto REDI criou este abaixo-assinado para pressionar Comitê de Assessoramento da Química (CNPq)

Nos últimos dias o CNPq divulgou os critérios de avaliação, utilizados pelos comitês de assessoramento (CA), na análise das propostas para bolsas de Produtividade em pesquisa (PQ). Nesse sentido, tivemos um grande avanço quanto à inclusão de critérios específicos levando em consideração os impactos da maternidade nas carreiras das cientistas. Entretanto, infelizmente, o Comitê de Assessoramento da Química não incluiu, ainda, nenhum critério específico para avaliação da produtividade das pesquisadoras que se tornaram mães no período considerado pelo edital. Existem dados claros da desigualdade de gênero na área da química (QUIMICA NOVA, v. 43, p. 823, 2020) e a maternidade é apontada como um dos principais fatores.

Sendo assim, nós do Instituto REDI, criamos este abaixo-assinado para que, com o apoio da comunidade, possamos ter em breve, assim como outros CA's, critérios específicos que passem a considerar a maternidade na avaliação dos currículos para concessão de bolsas PQ.

Atenciosamente,

Pesquisa & Educação do Instituto REDI. 

0 pessoa já assinou. Ajude a chegar a 200!
Com 200 assinaturas, é mais provável que essa petição seja recomendada a outras pessoas!