Manifesto do Coletivo de Saraus de Sergipe, Artistas, Ativistas e Produtores Cultural

0 pessoa já assinou. Ajude a chegar a 200!


MANIFESTO DO COLETIVO DE SARAUS DE SERGIPE, ARTISTAS, ATIVISTAS E PRODUTORES CULTURAIS DO ESTADO DE SERGIPE

Nós, do Coletivo de Saraus de Sergipe, Artistas, Ativistas Culturais e Produtores Culturais do Estado de Sergipe, viemos através deste manifesto, nos colocar em defesa da democracia, do estado de direito e preservação desses direitos.

Passamos por um momento extremamente delicado em nosso país, e nós, que sempre fomos pautados pela resistência, jamais ficaríamos em cima do muro em tal situação, são negros e negras, quilombolas, mulheres, LGBTI, trabalhadores e trabalhadoras, estudantes, artistas, produtores culturais, ativistas e tantos outros setores da sociedade, que vêm vivenciando cada dia o crescimento de ataques neofascistas em nossas ruas.

Unificar as forças para combater o crescimento de forças antidemocrática se faz mais que imprescindível nesse momento da nossa história, gritamos que ditadura nunca mais, e vamos continuar gritando para todos e todas que eles não vão nos calar, iremos estar de pé, a todo vapor, produzindo nossa arte, fomentando nossa cultura e rompendo com a visão do pão e circo.
A arte, a Cultura é toda uma historia de um povo, e quando essa história é apagada ela vai ser construída e contada por quem foi responsável por simplesmente apagá-lá.

CONVOCAMOS a todos e todas, trabalhadores da arte, ativistas, artistas, produtores e público do nosso cenário cultural do Estado de Sergipe, a se somarem a nós em alto e bom som dizendo que ditadura nunca mais...
Estamos todos unindo forças para seguir firmes na resistência. Haja o que houver teremos sempre a certeza que estaremos do lado certo da história e iremos barrar essas forças que insistem em matar, massacrar, excluir e exterminar nosso povo brasileiro, nossa arte, nossa história, nossa cultura.

Somos milhares de Moa do Katendê, milhares de Marielles Francos e Adrianos, somos milhares de jovens que podem ter uma asuasiática riscada a faca no nosso corpo, somos as vítimas de ataques brutais legitimados pelo discurso de ódio de alguém que tem repulsa pelas minorias, pelos direitos humanos, pela arte, pela Cultural.
Que querem a todo custo acabar com nossos sonhos de uma sociedade com consciência social justa, igualitária, paritária e com eqüidade.
Dizemos não a censura e toda forma de opressão e repressão.

Pedimos a todos e todas artistas e públicos que passaram pelos Sarau de Dentro (Maruim), Sarau de Fora (Tobias Barreto), Sarau do Coreto (Simão Dias), Sarau da Caixa D'água e Som na Praça (Lagarto), Sarau no Coreto (Monte Alegre), Casa Cultural (Nossa Senhora do Socrro), Sarau do Calçadão e Sarau Primavera das Letras (Itabaiana), que repensem sobre o momento atual do país, de todos os ataques sofridos em nome do ódio, do risco iminente de um ditadura militar e de um genocídio das pessoas que minimamente defendem o estado democrático de direito.
Somos e seremos apenas um nessa luta pela democracia

Mas e se derrubarem?
Se derrubarem?
Estaremos aqui, de pé, para reerguer cada pedaço, e sermos os salvadores da cultura, da arte, da educação... mas principalmente do direito de existir e resistir.
RESISTÊNCIA
RE- EXISTÊNCIA

Assinam esse Manifesto:



Hoje: André Lucas está contando com você!

André Lucas Oliveira precisa do seu apoio na petição «Coletivo de Saraus de Sergipe, artistas e ativistas culturais : Manifesto do Coletivo de Saraus de Sergipe, Artistas, Ativistas e Produtores Cultural». Junte-se agora a André Lucas e mais 165 apoiadores.