Acréscimo de mais uma professora auxiliar para a turma do maternal A

0 pessoa já assinou. Ajude a chegar a 100!


Os responsáveis pelos alunos da turma maternal A do Colégio Adventista de Campo Grande solicitam à direção providências no que diz respeito a fatos que estão rotineiramente acontecendo no cotidiano dos alunos em sala de aula. A turma é composta de 22 alunos, 1 professora principal e 1 auxiliar. O que vem acontecendo é relatado constantemente pelas mães:

Estão ocorrendo muitas agressões entre as crianças na sala. São mordidas fortes, empurrões e puxões de cabelo e esses fatos não estão cessando. A escola já acrescentou um projeto no currículo das crianças (O projeto Mordida não Napoleão), porém o mesmo não gerou um efeito positivo. 

Como responsáveis, estamos muito preocupados com a situação e apesar de confiar e termos credibilidade no Colégio, solicitamos o acréscimo de mais uma professora auxilar para a turma. A presença de 3 professoras diminuiria o campo de visão das mesmas e aumentaria a capacidade de um olhar mais apurado e consequentemente evitando que os conflitos gerem as agressões físicas. Por tratarem-se de crianças de 3 e 4 anos somando o quantitativo de alunos da turma, nós responsáveis não vemos outra solução.

 



Hoje: Charlene está contando com você!

Charlene Vargas precisa do seu apoio na petição «Colégio Adventista de Campo Grande: Acréscimo de mais uma professora auxiliar para a turma do maternal A». Junte-se agora a Charlene e mais 62 apoiadores.