O Teatro Paulo Eiró deve ser reaberto!!

0 pessoa já assinou. Ajude a chegar a 500!


Faço parte  da Orquestra de Amadores da maestrina Silvia Luisada, como violoncelista voluntária,  com residência no Teatro Paulo Eiró, um equipamento público, única estrutura cultural que conta hoje com a capacidade de  467 lugares, sendo 281 localizados no pavimento térreo, 166 lugares no balcão superior e 20 lugares reservados e adaptados para pessoas com deficiência e mobilidade reduzida. É o segundo maior teatro da Prefeitura de São Paulo e está fechado por falta de manutenção da parte elétrica.

Nosso distrito possui atualmente, 4 universidades e 8 faculdades, 26 escolas de ensino fundamental municipais, 50 escolas estaduais e 65 escolas particulares. As de ensino médio somam 20 escolas estaduais e 41 particulares. A estrutura de cultural e de lazer conta ainda com 5 bibliotecas, 7 casas de cultura e o Teatro Paulo Eiró.

Ter a oportunidade de poder tocar junto, evoluir musicalmente, contribuir com esforço, dedicação, prazer e oferecer Educação Musical para todos é nosso propósito. Exercer a cidadania por meio da música. Ela só faz sentido se pudermos ter uma casa, bem estruturada e mantida pelos órgão públicos.
 
Além de ser a residência da Orquestra Filarmônica Santo Amaro desde 2017, o Teatro Paulo Eiró é um patrimônio público, destinado a oferecer arte para todos. Penso que com consciência e esforço  conseguiremos com que a manutenção do nosso teatro seja feita responsavelmente, para que continuemos a cultivar e fazer arte juntos! Só com o encontro presencial isso é possível, essa casa precisa de todos nós.