Aulas remotas com no mínimo 50 minutos

Aulas remotas com no mínimo 50 minutos

0 pessoa já assinou. Ajude a chegar a 200!
Com 200 assinaturas, é mais provável que essa petição seja recomendada a outras pessoas!
João Tadeu Cabral Teixeira criou este abaixo-assinado para pressionar CEPE CEFET-MG e

Prezado,

desde o início da pandemia, nós, alunos do CEFET-MG, estamos vivenciando percalços quanto à qualidade de ensino remoto. Nós sabemos e reconhecemos que as instituições de ensino público vêm tentando superar as barreiras ao ensino de qualidade, que sempre foram presentes levando em consideração a desigualdade social presente em nossa nação. Contudo, como todos sabemos, estamos em um período de crise sanitária,  e todos vêm sendo afetados, visto que foi um choque repentino em todo mundo.

Pela qualidade de ensino que a instituição prometia entregar, nós,  alunos, recorremos à instituição para que conseguissemos superar a defasagem de ensino que é tão presente nas redes públicas de educação. Todavia, no ano de 2021, a instituição, sem recorrer aos alunos, pais e professores, estabeleceu um horário de 25 minutos para as aulas síncronas da formação geral. Tendo em mente que os alunos visam prestar vestibulares e aplicar a uma universidade pública,  os 25 minutos estabelecidos tornam não plausível esse objetivo maior dos estudantes: atingir a tão sonhada graduação na universidade federal. Deve-se destacar que, na instituição,  os alunos possuem matérias técnicas e matérias da formação geral e que, no período de aulas presenciais, todas as disciplinas possuíam a mesma carga horária de 1 hora e 40 minutos. 

Mesmo com a carga horária supracitada, nós,  alunos, ainda que os professores colaborassem muito, tínhamos que estudar muito além do que o estudado em aula, uma vez que nem mesmo uma hora e quarenta minutos era suficiente para que o professor conseguisse passar todo o conteúdo sem deixar de lado o esclarecimento das dúvidas dos alunos (que surgiam muito) durante as aulas. Nesse sentido, foi uma grande perda tanto para nós,  alunos,  quanto para os professores, quando a unidade estabeleceu 50 minutos de aulas síncronas.  Apesar ser pré definida uma diminuição da nossa carga horária, com relação aos horários presenciais, foram prometidos 50 minutos assíncronos para suprir essa discrepância.  Contudo, mesmo com essa resolução,  muitos alunos, diante do choque com essa resolução,  trancaram a matrícula ou desistiram de estudar na instituição.  Os alunos que persistiram em continuar na instituição, tiveram uma grande defasagem de conteúdo,  levando em relação a carga horária presencial, mas conseguiram absorver o mínimo do conteúdo prometido.

Então,  no ano de 2021, a instituição reduziu novamente essa carga horária pela metade, passando então a 25 minutos. Essa carga horária não se equipara às outras instituições de ensino público e privado da nossa nação,  que vêm mantendo os 50 minutos que tinham em suas aulas presenciais. A redução na carga horária  para 25 minutos irá prejudicar nós, alunos, de uma forma inexplicável! Pense que os alunos das outras instituições de ensino, com a manutenção de seu horário,  pouco perderam nos quesitos de rendimento, embora que ainda deixem a desejar, quando comparado às aulas presenciais. Nós, alunos da instituição, provavelmente teremos muita dificuldade quando prestarmos vestibulares para ingressar na universidade,  visto que teremos 1/4 da carga horária presencial, se tornando impossível absorver todo o conteúdo exigido. 

Indo além,  as aulas eram ministradas com as turmas unidas, o que ajudava tanto na dinâmica,  quanto na interação entre os alunos, uma vez que aproximava o nosso contato em discussões sobre o assunto que estava sendo posto. A ruptura dessa junção prejudicou a todas as partes, diminuindo imensamente a dinâmica das aulas.

Também solicitamos para que haja uma fixação de datas e horários para a envio de materiais e aulas assíncronas, para que haja maior organização nos nossos estudos.

A educação é um bem inalienável do ser e, por esse motivo e por nos preocuparmos com o nosso futuro, nós,  alunos, bem como os seus responsáveis,  viemos solicitar para que a instituição tome uma medida para a ampliação da carga horária estabelecida atualmente e que retorne aos horários que foram propostos no ano de 2020.  Deixamos explicito que não concordamos com os 25 minutos propostos.

 

0 pessoa já assinou. Ajude a chegar a 200!
Com 200 assinaturas, é mais provável que essa petição seja recomendada a outras pessoas!