Carta aberta sobre as eleições de 2018

0 pessoa já assinou. Ajude a chegar a 500!


O segundo turno das eleições será decisivo para os rumos do nosso país.

Está em jogo a democracia brasileira, quando se ameaçam as instituições e se exalta a ditadura, período terrível de nossa história.

Está em jogo a retomada de um projeto de inclusão social e a atenção do Estado para com a nossa vergonhosa desigualdade social, quando são questionados os recursos destinados ao SUS, essa grande conquista do povo brasileiro.

Está em jogo a retomada de um projeto de amplo acesso à educação, de visível êxito nas nossas universidades, quando se preconiza o fim das cotas.

Estão em jogo os valores humanitários e de respeito ao próximo, quando se exalta a tortura e o extermínio de adversários, quando se condena e se hostiliza os homossexuais, quando se ridiculariza e se ofende os negros, quando se deprecia as mulheres, quando se incita abertamente a violência, quando se instaura um quadro simbólico de violência e desrespeito que autoriza a prática real de tais atitudes.

Nossa democracia é jovem e imperfeita. Não podemos perder a visão de um Brasil mais justo, fraterno e solidário.

“A desigualdade visível deve ser combatida pelos mecanismos próprios do propósito democrático e não por projetos retrógrados que visam o armamento da população, a segregação dos diversos setores da sociedade e a criminalização dos movimentos sociais. (...)  “Nesse sentido, é uma urgência social que as juventudes tomem consciência de seu papel e encarem a grave situação atual do país com senso crítico e amadurecimento intelectual. (...) Mobilizamos as juventudes universitárias a fazerem desse momento difícil uma oportunidade de crescimento, abandonando os caminhos da intolerância, do desânimo e do desencanto.”  (Pastoral Universitária da PUC Minas: Carta aberta à juventude universitária sobre as eleições de 2018) 

Este é um momento de reflexão. Mas também de ação. Cabe a todos e a cada um de nós lutarmos pelo futuro que queremos para nós e nosso povo, e para aqueles que virão. Sem ódio, sem desencanto. Com esperança, com amor.



Hoje: Hanna está contando com você!

Hanna R. M. precisa do seu apoio na petição «Carta aberta sobre as eleições de 2018». Junte-se agora a Hanna e mais 273 apoiadores.