Penalidades de transito: Não foi acidente, mesmo!

0 pessoa já assinou. Ajude a chegar a 200!


Me Chamo Marcia Suellem, sou engenheira mecânica e trabalho como Instrutora de mecânica, trabalho com jovens e ultimamente estou presenciando inúmeros casos de pessoas que foram vitimas de motoristas imprudente.

Na cidade de Parauapebas, no dia 16/09/2017, o vereador João do Feijão (PV) atropelou e matou Fernando Pereira dos Santos, 22 anos, ele estava saindo de uma quadra de futebol,  foi atropelado e morto quando saia da quadra de futebol. Em Parauapebas,  jovem Wellison Farias de Azevedo, 16 anos, que foi atropelado em um grave acidente no começo da madrugada do último sábado (08/12/2018), o condutor do veículo fez uma ultrapassagem em local proibido e em alta velocidade, atingindo em cheio o patinador e fugindo do local sem prestar nenhum tipo de socorro.

O Brasil aparece em quinto lugar entre os países recordistas em mortes por imprudência no volante, atrás da Índia, China, EUA e Rússia.  No Brasil, 12 pessoas morrem em acidentes de trânsito por minuto e, a cada 1 minuto, uma fica sequelada.Dirigir alcoolizado, excesso de velocidade e ultrapassagem perigosa são as maiores causas de morte dos jovens. Dados da OMS, afirma que 90% dos acidentes de trânsito são causados por falha humana. Estão vinculados aos comportamentos do condutor.

A ideia do abaixo assinado: é aumentar a pena para homicídio culposo no trânsito, leis mais severas, leis severas para combater o uso celulares e outros dispositivos ao volante, excesso de velocidade; dirigir sob efeito de drogas ou bebida alcoólica e ultrapassagem perigosa ou em lugares proibidos.