Bolsonaro quer asfixiar os Institutos e as Universidades Federais

0 pessoa já assinou. Ajude a chegar a 1.500!


É inaceitável que, no momento em que o Brasil e o mundo veem a centralidade da ciência e do conhecimento para o enfrentamento a pandemias e outros males, o MEC do governo Bolsonaro apresente um corte de R$ 4,2 bilhões no orçamento de 2021 para a Educação, sendo R$ 1,4 bilhão nas instituições de responsabilidade da União. As universidades e os institutos federais são espaços de excelência acadêmica e referências em inclusão social e fomento ao desenvolvimento científico, tecnológico, econômico e cultural. Privá-las do orçamento adequado à sua sobrevivência é prejudicar importantes pesquisas em andamento, paralisar obras de infraestrutura, excluir milhares de jovens dependentes da assistência estudantil e interromper projetos de extensão de enorme alcance social.
 
Precisamos é de mais investimentos nas universidades e nos institutos federais, responsáveis por mais de 95% do conhecimento científico de impacto produzido no Brasil e propulsores do desenvolvimento em todas as regiões do país. Expressamos a nossa indignação com a possibilidade de cortes e exigimos do Congresso Nacional que não permita esse ataque à educação pública e à ciência.
11 de agosto de 2020