Pedido pra que o UBER permaneça autônomo em Bauru sem cobrança de 1% e sem cadastro.

0 have signed. Let’s get to 500!


O prefeito Clodoaldo Gazzeta encaminhou para a câmara de vereadores um projeto de lei (Processo 218/18) que visa, em teoria, regulamentar os serviços de transportes baseado em aplicativos. Entre outros problemas querem instaurar a cobrança de 1% referente à ISS, vistoria anual dos veículos e cadastramento dos motoristas. 

A população não concorda e vem ganhar voz neste abaixo assinado.

A autonomia dos aplicativos devem ser mantidas, pois qualquer mudança tornará os serviços inviáveis (várias outras cidades como exemplo negativo) e isso prejudica DIRETAMENTE a população, pois além de uma forma de transporte extremamente segura e barata também é fonte de renda para muitos.

Aceitar essas medidas é um retrocesso para nossa sociedade, fazendo-nos voltar aos preços abusivos, transporte inseguros, falta de oportunidade de empregos, numa cidade com várias ruas não pavimentadas, não iluminadas e em péssimas condições de conservação.