Petition update

Eles avançaram! Mas não o suficiente...

Sinergia Animal

Oct 6, 2021 — 

Em agosto de 2020 nós trouxemos a público, através da publicação desta petição, como a BRF, dona das grandes marcas Sadia e Perdigão, ainda permitia coisas terríveis com os animais na sua rede de fornecedores, colocando até mesmo a saúde humana em risco.

Após algum tempo, e graças à demanda do público que rapidamente somou milhares de assinaturas pedindo que a empresa firmasse um compromisso com os animais, a BRF publicou algumas mudanças.

De acordo com a empresa, os leitões nas granjas de fornecedores da Sadia e da Perdigão passarão a receber analgésicos para alívio da dor para procedimentos cirúrgicos, como o corte de rabo. No entanto, isso não é suficiente. O próximo passo é a BRF se comprometer, também, com o uso de anestesia, para garantir que os animais não sentirão dor durante a operação – ou banir completamente o corte de cauda, com prazo determinado para acabar com esse procedimento em toda sua cadeia de fornecimento.

A BRF já diz em seu site que “serão realizados estudos (testes) visando a eliminação do corte de cauda dos suínos no futuro”. Ou seja, a empresa já reconhece que esse é um passo necessário, mas ainda não colocou uma data final e um compromisso claro e firme de que seguramente vai acabar com essa mutilação.

Além disso, a empresa deu um grande passo ao proibir completamente os procedimentos de corte ou desgaste dos dentes dos leitões.

Entretanto, o compromisso em banir as chamadas gaiolas de gestação ainda é incompleto, impreciso e pode levar o consumidor ao engano. A BRF afirma que se comprometeu com a implementação de 100% de baias de gestação coletiva, soando como se as porcas grávidas não mais ficarão enclausuradas em gaiolas minúsculas, onde mal conseguem se mexer. Mas, segundo eles, suas práticas foram definidas de acordo com uma normativa europeia: documento esse que permite que as porcas permaneçam confinadas por até 28 dias nas gaiolas. Essa normativa está se tornando defasada já que, neste ano (2021), foi aprovada uma nova iniciativa que visa proibir totalmente o uso de gaiolas na União Europeia até 2027, exigindo que todos os produtores da região se adequem dentro dos próximos anos.

Ou seja: a BRF adota uma prática retrógrada que ainda permite que as porcas grávidas sejam mantidas em confinamento extremo.

Por fim, apesar da companhia assegurar que não usa antibióticos promotores de crescimento em seus animais, isso não é suficiente para garantir que apenas os animais doentes estão recebendo medicamento. O uso de antibióticos em animais saudáveis é um risco à saúde pública segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS), podendo contribuir para o surgimento de superbactérias letais.

Uma empresa comprometida com os animais e com seus consumidores deve assumir e publicar compromissos claros e transparentes. Reconhecemos que a BRF avançou em alguns aspectos, mas há muito ainda para ser feito. Um comprometimento parcial não é suficiente!

Por favor, nos ajude a pedir à empresa que publique um compromisso completo pelos animais: compartilhe essa petição em suas redes sociais.


Keep fighting for people power!

Politicians and rich CEOs shouldn't make all the decisions. Today we ask you to help keep Change.org free and independent. Our job as a public benefit company is to help petitions like this one fight back and get heard. If everyone who saw this chipped in monthly we'd secure Change.org's future today. Help us hold the powerful to account. Can you spare a minute to become a member today?

I'll power Change with $5 monthlyPayment method

Discussion