Abaixo-assinado encerrado

Contra as Reformas Trabalhista e Previdenciária

Este abaixo-assinado conseguiu 20 apoiadores!


01) Como as pessoas envolvidas estão sofrendo com o problema?

Políticos com altos salários e aposentadoria garantida votam contra nossos direitos similares aumentando para 70 anos a idade mínima para a aposentadoria e reprimindo direitos trabalhistas que constam na CLT. 

O ponto crucial dessa reforma é simplesmente deixar a cargo do empregador decisões sobre repasse de dissídio (pode haver repasse ou não); jornada de trabalho (você terá seu horário de trabalho alterado sem aviso prévio, uma semana de manhã, outra a tarde, outra a noite); as horas extras que hoje são pagas em 100% serão pagas em 50% com direito a banco de horas; as férias que hoje são de 30 dias serão pagas da seguinte forma: 14 dias corridos, os outros 16 podem ser parcelados em até 3 vezes e quem escolhe como será é a empresa, dessa forma subtende-se que mulheres grávidas não terão mais Licença Maternidade (o mesmo para pais em relação à Licença Paternidade); 13° salário poderá ser pago em até 8 parcelas; "acordos" poderão ser feitos com iniciativa da empresa, consequentemente, haverá sim uma desvalorização financeira de TODAS as profissões; sem imposto sindical mas com INSS mensal de 11% do seu salário sem previsão de aposentadoria pro trabalhador; processos trabalhistas serão extintos após demissões juntamente com a possibilidade de recebimento do Seguro-Desemprego; em outras palavras, o termo "negociável" se torna um "OU ACEITA OU VAI EMBORA" na vida real.

02) Explique a solução

A solução contra essas reformas é a não aprovação das mesmas pelos brasileiros e pelo Senado. Para gerar empregos necessitamos primeiramente de uma reforma econômica seguida por uma reforma política, para que tenham cláusulas condizentes com o dia a dia dos trabalhadores brasileiros e consequentemente a aprovação da população.

03) Leve para o pessoal

Particularmente acredito que a reforma previdenciária restringe o direito dos trabalhadores em se aposentar em vida, porém desconta mensalmente de todos o INSS, onde encontramos restrições para a utilização quando precisamos. A reforma trabalhista afeta diretamente trabalhadores e terceirizados impactando em uma redução imediata do patamar salarial de cada profissão além da redução das condições básicas de trabalho aceitas atualmente.

04) Peço apoio e integração de todos para que juntos possamos tornar nosso país mais respeitável em relação aos trabalhadores e aos idosos.



Hoje: Alex está contando com você!

Alex Santos precisa do seu apoio na petição «Brasileiros: Contra as Reformas Trabalhista e Previdenciária». Junte-se agora a Alex e mais 19 apoiadores.