Brasil, não permita a venda de armas químicas para a Ditadura na Venezuela!

0 pessoa já assinou. Ajude a chegar a 200!


A repressão brutal, não para. Após mais de 75 dias ininterruptos de protestas já assassinaram mais de 70 jovens e temos mais de 15000 feridos. A causa? as forças repressoras do regime ditatorial de Nicolas Maduro na Venezuela  dispara bombas lacrimogênias a queima roupa, balas de borracha, bolas de chumbo, bolas de gude e balas mesmo.  Os governos democratas do mundo e especialmente o nosso vizinho Brasil, deve proibir e/ou regular o comercio destas munições para países como Venezuela onde se violam os DDHH, se reprime e matam ao seu povo por protestar, por querer uma vida digna e um futuro melhor! A Empresa Condor, brasileira vendeu em abril 2017  a quantidade de 77.860 Bombas lacrimogêneas (23 Toneladas) a través de VEXIMCA.



Hoje: Ana está contando com você!

Ana Rivas precisa do seu apoio na petição «Brasil, não permita a venda de armas químicas para a Ditadura na Venezuela». Junte-se agora a Ana e mais 146 apoiadores.