Assine para exigir a opção “racismo” no sistema de denúncias do Tiktok

0 pessoa já assinou. Ajude a chegar a 15.000!


Resolvemos criar essa petição com o objetivo de pressionar a plataforma do Instagram  a criar uma opção “RACISMO” em seu sistema de denúncias e exigir que seja feita uma análise correta e que condiz com as Diretrizes de Comunidade do Tiktok. Assine aqui pra nos ajudar a mudar isso!

Cade a responsabilidade pela saúde mental e segurança da comunidade negra?

É uma irresponsabilidade enorme uma rede querer resumir qualquer tipo de discurso de ódio em uma opção só, RACISMO É ALGO MUITO MAIS SÉRIO E ESPECÍFICO. Inclusive, existem contas VERIFICADAS pela rede que publicam constantemente conteúdos racistas, direcionados a pessoas pretas, indígenas e não-brancas em geral.

(Texto de www.conjur.com.br Com o advento da tecnologia e sua onisciência em todas as camadas de nossas vidas (em que 79,9% da população brasileira têm acesso à internet), ela se tornou o campo de atuação perfeito para que o crime ocorra. O racismo praticado na internet (e por internet entende-se todo ambiente online onde exista interação entre pessoas, incluindo jogos, fóruns, redes sociais ou blogs) é algo que pode ser testemunhado por qualquer pessoa hoje em dia, quando observamos como a ideia de superioridade racial atravessa barreiras e se consuma em apenas um clique.

Para ilustrar o elefante na sala, somente no ano de 2019 a Safernet Brasil recebeu 8.337 denúncias de racismo na internet. O dado sozinho pode não demonstrar a amplitude e extensão dos crimes de ódio que ocorrem em ambientes virtuais, mas nos dá uma boa ideia do quão presente o racismo é na internet, pois 8.337 denúncias são aproximadamente 23 denúncias por dia, quase uma por hora, o que significa que existem mais crimes de racismo onlinedo que tráfico de pessoas (509 denúncias), intolerância religiosa (1.084 denúncias), maus tratos contra animais (1.142 denúncias) e neonazismo (4.244) somados. E, para pintar de branco este grande elefante, em relação a 2018,os crimes de racismo na internet tiveram um aumento de 37,71%.