Assine contra o fechamento dos pronto-atendimentos dos hospitais na zona Sul e zona Leste

0 pessoa já assinou. Ajude a chegar a 2.500!


CONTRA O FECHAMENTO DE PRONTOS-SOCORROS ESTADUAIS


O governador João Doria anunciou que a partir de 1º de fevereiro os prontos-socorros dos hospitais estaduais do Grajaú e de Pedreira, na zona sul, e os de Vila Alpina e do Itaim Paulista, na zona leste, passarão a atender apenas pacientes do Covid-19.

Com a medida, a população que precisar de atendimento nestes hospitais, terá de recorrer às UBS’s, UPA’s, AMA’s ou outros prontos-socorros e aguardar transferência pela central de regulação em casos graves.

Hospitais de campanha foram criados no início da pandemia justamente para atender os pacientes infectados pelo Coronavírus, pois já era notório que os equipamentos existentes não seriam capazes de absorver toda a demanda, no entanto, o Governador desativou as unidades e decretou o fechamento. Ao invés de reativar estes leitos, que muito ajudaram a população, Doria decide fechar prontos-socorros, um crime contra os cidadãos pobres que serão os mais afetados e sofrerão com as conseqüências dessa ação desastrosa.

Em defesa daqueles que dependem exclusivamente do Sistema Único de Saúde – SUS e que serão drasticamente afetados pela infeliz iniciativa do Governador Doria, nossos mandatos (vereadores Arselino Tatto e Jair Tatto – PT) se uniram não só para repudiar tal atitude, mas para agir, e por meio deste abaixo-assinado vamos pressionar o Governador do Estado de São Paulo a reconsiderar e suspender tal decisão, bem como buscar outras alternativas que possam garantir a todos os pacientes - inclusive os infectados pelo Coronavírus - o direito e o acesso gratuito e de qualidade ao sistema de saúde, sem prejuízos a qualquer cidadão que venha precisar de atendimento.


Entendemos que os hospitais Pedreira e Grajaú, na zona Sul, Vila Alpina e Itaim Paulista, na zona Leste, atendem uma importante e numerosa parcela da população, moradores dos extremos da cidade que residem em grandes conglomerados periféricos e dependem destes equipamentos, não havendo nestas regiões a oferta de outros hospitais que possam absorver toda a demanda que ficará desassistida em razão do fechamento dos prontos-socorros.


Sendo assim, contamos com o apoio popular, ajudem-nos assinando esta petição e divulgando aos seus amigos e familiares.


Vereadores Arselino Tatto e Jair Tatto (PT-SP)
Em defesa do SUS e do cidadão pobre da periferia!