Por um Plano de Carreira que valorize os Professores Rede de Ensino Estadual de São Paulo

0 pessoa já assinou. Ajude a chegar a 1.500!


Por que um plano de carreira?!

Quem é professor sabe quão ruim é sua situação econômica e quão exaustivo é seu trabalho. Quem tem filhos em escola pública percebe a dificuldade da docência. Quem é estudante, em regra, não que ser professor! Ora, o conjunto destas três afirmações acima são sintomas, e porque não dizer causa, de uma educação escolar com problemas.

O ensino remoto decorrente da pandemia do Corona vírus, veio reforçar o protagonismo docente na aprendizagem, ressaltando o caráter meramente acessório dos instrumentos de tecnologia e a insuficiência do protagonismo estudantil sem um protagonismo docente correlato. 

O projeto que agora se apresenta nada mais é que um ajuste de contas necessário com a deprimente condição docente imposta pelo governo do Estado de São Paulo. Estado que apesar de ser o mais rico da nação, paga apenas o mínimo estabelecido pelo piso nacional (Lei nº 11.738, de 16/7/2008). Portanto, considerando o custo de vida estar entre os mais caros do país, o professor ganha o menor salário da nação, já que entes federados com riqueza menor ofertam salários no mínimo iguais, ou como o Maranhão quase o triplo do estabelecido pelo Estado de São Paulo.

Esta proposta não se constitui de bandeiras genéricas daquilo que queremos. Mas de um projeto de fato, que apesar de poder ser entendido como ponto de partida, tem as qualidades inerentes também de um ponto de chegada. Nele é detalhado, eixos gerais e específicos que norteiam a proposta de valorização docente, é esclarecido que um plano de carreira deve ter um curso temporal realizável e depender apenas do profissional.

Ao contrário do atual plano com 64 itens a serem alcançados por via vertical e horizontal em no mínimo 30 anos. O plano proposto concretiza-se em apenas 11 níveis lineares em no mínimo 15 anos. Colocamos um valor salarial o qual realmente valoriza a função por ele exercida, 7mil reais de remuneração a qual é aumentada a cada nível podendo ser dobrada ao final do trajeto na carreira. Portanto, é um plano de carreira que valoriza a docência enquanto profissão e na medida de seu impacto social.

Este é um projeto dos professores para os professores. Da categoria enquanto um todo. Seja você filiado a partido ou não. Este projeto é de todas as pessoas que querem uma educação que seja crítica, pública, gratuita e de qualidade!

Acesse o link: https://drive.google.com/file/d/1dkc4du_fl2aeB9rWlkWbZT7z5C95USQf/view?usp=sharing e veja a proposta em sua integralidade!

Iniciadores da proposta: https://drive.google.com/file/d/1WFVD2KCP3jhtJhK2Haib9wE6Ug_7FbyK/view?usp=sharing