Prisão imediata para agressores de mulheres e crianças

0 pessoa já assinou. Ajude a chegar a 100!


Olá a todos! 

No mundo existe milhões de mulheres e crianças, e até homens(porque não assim dizer?) que neste exato momento são agredidas fisicamente, psicologcamente, verbalmente, torturadas, aprisionadas em suas próprias casas, oprimidas, e até violadas, (a este crime dá-se o nome de violência doméstica) e cá em Portugal não é diferente. O que acontece quando a vítima de violência doméstica aciona as autoridades policiais, isto quando consegue ou cria coragem para o fazer? A polícia chega em sua casa, vê que a vítima está ferida, com os olhos pisados, chorando, abalada,  a casa com móveis partidos por causa do agressor, as crianças assustadas, enfim, um cenário que quem é vítima de violência doméstica conhece e bem, a polícia simplesmente não dá voz de prisão para o agressor, e se, somente SE a vítima pedir para que a leve dali para um abrigo onde possa estar protegida das agressões, é que é levada de onde era seu lar, sua casa, para na maioria dos casos nunca mais voltar, tendo que refazer e recomeçar do zero suas vidas, ficando privada de voltar para o seu emprego e sua vida que eram tudo o que tinham, perdendo então sua real vida que tanto lutaram para conseguir, tudo é perdido naquele momento,para viver em casas abrigos para vítimas de violência doméstica onde permanecem durante um ano ou mais alguns meses, vivendo uma vida que não é a sua, tendo ou não todo o apoio necessário, enquanto o agressor goza de plena liberdade como se não tivesse cometido um crime, como se de um inocente se tratasse. Todos os dias em Portugal centenas de mulheres dão entrada em casas abrigos, isto seria diferente se ao invés disto prendessem os agressores. Eu sou vítima de violência e o meu agressor continua solto e a denegrir a minha imagem como se eu fosse a culpada de tudo e ele a vítima, vivo atualmente em uma casa abrigo onde muitas outras mais juntamente com os seus filhos tal como eu vivemos a espera que a justiça tome as providências devidas, uma espera longa, massacrante, e angustiante, uma vida de perdas, uma vida que não é a nossa. Assine esta petição para mudarmos juntos esta situação. Obrigada a todos que tiraram um tempo precioso de suas vidas para lerem, sentirem conosco e assinarem esta que pode ser a nossa libertação. 



Hoje: Adryana está contando com você!

Adryana Lima precisa do seu apoio na petição «As autoridades competentes que legislam e estabelecem as leis em Portugal.: Prisão imediata para agressores de mulheres e crianças». Junte-se agora a Adryana e mais 7 apoiadores.