SOLICITAÇÃO DE RETRATAÇÃO QUANTO AO PRONUNCIAMENTO SOBRE ESCOLAS PARTICULARES DA BAHIA

SOLICITAÇÃO DE RETRATAÇÃO QUANTO AO PRONUNCIAMENTO SOBRE ESCOLAS PARTICULARES DA BAHIA

0 pessoa já assinou. Ajude a chegar a 5.000!


Os cidadãos abaixo-assinados, residentes em todo o Estado da Bahia, solicitam que a RECORDTV/BA e seu respectivo funcionário RAIMUNDO VARELLA, emitam parecer com intuito de RETRATAÇÃO pelos pronunciamentos infelizes consubstanciados nas falas transcritas abaixo que geram situação inquestionavelmente vexatória e por conseguinte, constrangimentos para todos que compõem a comunidade de instituições de ensino da Bahia.

TRECHOS DO PRONUNCIAMENTO DE RAIMUNDO VARELLA DURANTE APRESENTAÇÃO DO PROGRAMA BALANÇO GERAL/BAHIA EM 20/07/2020:  “Como é que eu vou pagar o ano letivo, dividindo em 12 (doze) prestações sem uma aula se quer?”; “Tá proibido escolas particulares cobrarem mensalidades de pais esse ano!”; “Não tem aula, mas tem que ter mensalidade”; “O serviço não foi prestado, o ano letivo está perdido, o resto é enrolação” e “Comprei o ano letivo da escola pro meu filho, a escola não deu uma aula e está recebendo dinheiro. Tá tudo errado”

O intuito da solicitação possui motivo inconteste de esclarecer que as escolas particulares não tem adotado as posturas relatadas pelo apresentador, pois se comprometem com a prioridade de uma educação de qualidade e capaz de preparar seus estudantes para a vida. Os motivos que levam a presente solicitação é a circulação de informação falsa, sem credibilidade e fruto de mera deliberação de opinião do apresentador da emissora. Os benefícios da retratação se dão com o alcance de esclarecimentos necessários, haja vista instituições de ensino privadas baianas assumirem condutas de responsabilidade, adotando todas as medidas possíveis para que a educação continue a ser garantida.

O real objetivo da presente comunidade escolar não é arrecadatório, como foi dito nas rudes palavras do radialista. O serviço foi devidamente prestado da melhor forma possível, haja vista pontualidade da ocorrência de aulas remotas. Não há “enrolação” alguma e pelo contrário, a transparência das ações desenvolvidas por todas as instituições só reforçam o compromisso com as famílias e estudantes na relevante missão de educação.

Na atuante convicção em sermos atendidos neste pleito reivindicatório, encaminhamos este documento assinado por membros da comunidade escolar privada do Estado da Bahia. Aproveitamos este documento e nomeamos a Srª. Mônica Silva dos Reis, (75) 99254-4027, como nossa representante, para maiores esclarecimentos e encaminhamentos.

20 de julho de 2020.