NÃO APOIAMOS ALTERAÇÃO ESTATUTÁRIA DO SINDJUS/MA

0 pessoa já assinou. Ajude a chegar a 500!


O presidente do SINDJUS/MA, pretende alterar o estatuto da entidade através de cinquenta e oito (58) assembleias itinerantes a serem realizadas entre os dias 05/11 e 14/12/2019, do sistema de gestão presidencialista para a forma de coordenações sindicias.

Nós servidores filiados a entidade, ao final assinado, ENTENDEMOS que a medida é inoportuna, desnecessária, onerosa e, de certa forma, complexa, pelas razões a seguir expostas:

01-É inoportuna, tendo em vista que as assembleias itinerantes foram convocadas para os meses de novembro e dezembro, onde a maioria dos servidores se encontrarão em gozo de férias e que precedem o recesso forense. Além disso, foram convocadas 58 assembleias, de forma que atual diretoria percorrerá todo o estado, as custas dos recursos dos servidores, às vésperas das eleições para a próxima diretoria, o que denota campanha antecipada, considerando que aos demais concorrentes o mesmo não será oportunizado.

02-A pretensa mudança, é totalmente desnecessária neste momento. Entendemos que, não é a pretendida alteração estatutária que modificará ou melhorará a imagem desgastada do sindicato e de sua diretoria. A proposta de alteração, pode perfeitamente ser discutida pela categoria de forma livre, democrática e soberana logo após as eleições do próximo ano.

03-As finanças dos sindicato há muito tempo vem passando por uma situação muito difícil. O fim da obrigatoriedade da contribuição sindical, as centenas de desfiliações aliados o alto custo da máquina sindical e os gastos realizados sem um planejamento ou sem respeitar o planejamento orçamentário do sindicato, tem lhe corroído drasticamente. Esses eventos, que demandará milhares e milhares de reais dos filiados irão agravar ainda mais a situação financeira da entidade.

03-Essa mudança pretendida pelo presidente do SINDJUS/MA, é de certa forma bastante complexa para que os servidores se sintam seguros para deliberar sem antes conhecer todos os seus termos. Por isso, se faz necessário que a proposta seja, em todos os seus termos, conhecida pela categoria, para que esta possa de forma livre, soberana, democrática decidir da melhor forma possível.

DESTA FORMA, os servidores do Poder Judiciário do Maranhão, abaixo-assinado, SOLICITAM ao Presidente do SINDJUS/MA, que SUSPENDA TODAS AS ASSEMBLEIAS ITINERANTES CONVOCADOS, a fim de que a categoria tenha tempo hábil para melhor conhecer a proposta de alteração estatutária e que ela volte a ser discutida logo após as próximas eleições para a diretoria da entidade.