Contra o descaso da coordenação a alunos, professores e funcionários do CELAE.

0 pessoa já assinou. Ajude a chegar a 500!


Devido as mudanças que a coordenação da instituição La Salle Abel ensino médio, localizada em Niterói promoveu recentemente, nós, alunos deste local de ensino, manifestamos nosso protesto contra tais ações. Em primeira análise, alguns pontos os quais nos causam insatisfação são baseados nas recentes demissões inviáveis de professores e funcionários que costumavam trabalhar no Abel, como o professor Carlos de Aquino - carinhosamente referido como Carlito - de Literatura, Marileide Meneses, professora de Produção de Texto do 2º ano, e o funcionário Antônio do SOD. Colocando, dessa forma, os jovens lassalistas que no próximo ano cursarão o terceiro ano do 2º grau, os quais expressam profunda indignação e insegurança, visto que estarão nas mãos de professores e funcionários desconhecidos e recém chegados na escola, podendo, diante dessa perspectiva, atrapalhar o processo pré vestibular dos estudantes.
Outrossim, nós acreditamos que desde o inicio do ano letivo, vem ocorrendo uma falta de comunicação entre a direção do colégio e os respectivos alunos, obtendo como consequência de tal precária escuta, sentimentos de negligência e descaso dos estudantes por parte da coordenação, além de escassez no direito a representatividade, a fim de demonstrar o que não os satisfaz e manifestarem seus desejos.
Queremos também apontar adversidade à transferência de locais de trabalho de professores com experiência e familiaridade com o Ensino Médio - CELAE - como o professor Sérgio Nascimento e Leonardo Porto, os quais foram transferidos para o Ensino Fundamental II de forma inconsequente, tendo em vista que eles exerciam de forma exemplar seus papéis como profissionais no Ensino Médio, sendo aclamados pela maioria do corpo estudantil.
Destarte, nos reunimos através desse abaixo assinado como forma de discordância a respeito de tais conjunturas estabelecidas, e com o fito de buscar um melhor meio de interlocução entre a coordenação e os estudantes, de forma a não prejudicar tanto nós, alunos, quanto aos professores e a direção.