Dia do Basta

5,808 supporters

Started 6 petitions

Petitioning Rodrigo Maia e Congresso Nacional

Queremos o Impeachment do Bolsonaro

PEDIDO DE IMPEACHMENT DO PRESIDENTE BOLSONARO O atual partido dos Bolsonaro é o PSL, que está sob suspeita de desviar verba pública nas Eleições de 2018 por meio de Candidaturas Laranjas. O Ministro da Justiça e Segurança Pública, Sérgio Moro, determinou a investigação do caso. Bolsonaro não apresenta capacidade de diálogo, não pensa na economia do país, não toma atitudes que possam criar empregos. Segundo Miguel Reale Júnior, jurista responsável pela saída de Dilma Rouseff a divulgação de um vídeo obsceno em sua conta pessoal no twitter configura quebra do decoro. https://www.cartacapital.com.br/politica/jurista-que-tirou-dilma-ve-motivo-para-impeachment-de-bolsonaro/ Na noite de terça-feira 5 de março de 2019, o presidente e tuiteiro divulgou um vídeo gravado em um bloco de Carnaval no centro de São Paulo com cenas obscenas. Nas duas últimas semanas, o governo do presidente Bolsonaro tem visto o Ministério da Educação entrar em colapso por brigas entre os Olavistas, os Generais e os evangélicos. Segundo reportagem recente do jornal Estado de Minas, Vélez fica no cargo, mas não pode nomear mais ninguém https://www.em.com.br/app/noticia/politica/2019/03/23/interna_politica,1040388/velez-fica-no-cargo-mas-nao-pode-nomear-mais-ninguem.shtml É claro que Bolsonaro brinca com fogo. Cometeu crime de responsabilidade, diz a lei, quando agrediu o decoro e propagou um filminho pornô. Vá lá. A coisa ganhou um tom até meio apalhaçado como consequência da estupefação geral. Mas ele se mostra insaciável nos seus três meses. A ordem para "comemorar" o golpe militar de 1964 —e o verbo foi empregado pelo porta-voz— e sua visita à CIA, onde, confessadamente, tratou da crise na Venezuela, agridem, respectivamente, os valores contidos nos Artigos 1º e 4º da Constituição. https://reinaldoazevedo.blogosfera.uol.com.br/2019/03/29/impeachment-de-bolsonaro-ele-ja-cometeu-crimes-de-responsabilidade-caira/ Bolsonaro e todo o Governo Federal se mostrou  inepto no caso do vazamento de petróleo cru que se espalha por 8 dos 9 Estados do Nordeste brasileiro permitindo a morte de animais, corais e prejudicando a vida dos trabalhadores que vivem da pesca e do cultivo de mariscos. https://noticias.uol.com.br/meio-ambiente/ultimas-noticias/redacao/2019/10/07/o-que-se-sabe-e-quais-as-duvidas-sobre-as-manchas-negras-que-poluem-o-ne.htm Somando a tudo isso, após notícia no Jornal Nacional, Bolsonaro diz que pegou gravações da portaria do condomínio configurando uma obstrução de justiça. https://www.terra.com.br/noticias/brasil/bolsonaro-diz-que-pegou-gravacoes-da-portaria-do-condominio,5ad9c4793072202fc589d1d3c26a445amo09b0ad.html

Dia do Basta
1,749 supporters
Petitioning deputados e senadores

Pelo fim dos salários dos Vereadores

Nós, os abaixo assinados, pedimos o cancelamento dos salários dos vereadores de todo o Brasil! O objetivo de tal medida é moralizar a função dos ocupantes do cargo e conferir legitimidade aos que querem realmente construir com as cidades e não se enriquecer no serviço público. Assim agindo, a face política do agente público ocupante dos cargos citados, torna-se transparente, coesa e condizente com a postura apregoada pela cidadania plena, honorabilidade, pela Ética, pelo respeito ao interesse publico e ao desenvolvimento local. As cidades vivem endividadas e não ter recursos para: investir em educaçãoatender a falta de vagas nas creches;atender a fila de cirurgias/exames;investir na prevenção das enchentes;investir na segurança; Nas cidade de " Mauá da Serra, Santo Antônio da Platina e São Mateus do Sul"no Paraná, onde o salário vale desde 2017, apenas um salário mínimo, a taxa de candidatos caiu em 63%. Seguindo alguns exemplos, como as cidades de Água Branca, no Sertão paraibano, que em janeiro de 2017 começaram a receber apenas um salário mínimo. Sob o ponto de vista legal, político não é profissão. Para tanto, basta observar o disposto no artigo 39, parágrafo 4º, da Constituição Federal,:“§ 4º O membro de Poder, o detentor de mandato eletivo, os Ministros de Estado e os Secretários Estaduais e Municipais serão remunerados exclusivamente por subsídio fixado em parcela única, vedado o acréscimo de qualquer gratificação, adicional, abono, prêmio, verba de representação ou outra espécie remuneratória, obedecido, em qualquer caso, o disposto no art. 37, X e XI.

Dia do Basta
61 supporters