Pedimos ao novo Papa medidas concretas anti-pederastia
  • A Papa Francesco

Questa petizione è stata consegnata a:

Papa Francesco

Pedimos ao novo Papa medidas concretas anti-pederastia

    1. Francesco Zanardi
    2. Lanciata da

      Francesco Zanardi

      Savona, Italy

Qualquer que faça tropeçar a um destes pequeninos que crêem em mim, melhor lhe fora que uma pedra de moinho lhe fosse posta ao pescoço e o lançassem ao mar! (Marcos 9:42)

Enquanto estamos à espera por conhecer o nome do sucessor de Bento XVI, a diocese de Los Angeles, da qual o Cardeal Mahony é titular, decide fechar 4 casos de abusos por parte de um padre, indenizando as vítimas com 10 milhões de dólares.

“Casos isolados”, diz a imprensa católica. De fato, isolados são os casos dos padres abusadores descobertos, condenados ou obrigados a indenizar as vítimas.
Na maioria dos casos os abusadores foram salvos pelo silêncio, pela expiração do crime, pelo direito à indenização, pelo trauma, e a vergonha também, e pelo sentido de culpa causado pelo abusador ou pela consciência de não ter tido credibilidade, a dificuldade em obter justiça.

Só quando uma das vítimas tem o valor de rebelar-se, então outras vítimas descobrem que não estão sozinhas e decidem falar sobre a verdade.

Porém, há quem, desde séculos atrás, não quer a verdade. Nos departamentos vaticanos há séculos se atua sistematicamente no encobrimento e em cobrir os crimes dos padres pederastas e abusadores. O único interesse perseguido é o de sufocar o escândalo e esconder o padre abusador da justiça.

Para com as vítimas a atitude é clara: isolá-las, tirar-lhes a credibilidade, fazê-los passar por não críveis. Nenhum apoio é dado a eles, talvez algumas desculpas obrigadas, quando o caso se torna público.

As diretrizes do papa Wojtyla e Ratzinger: “segredo pontifico debaixo de pena” de excomunhão e proibição de demandar ante a justiça aos padres criminais, transferência do criminal a lugares onde suas feitorias são desconhecidas, arquivos debaixo de chave, recusar diante das autoridades civis, campanhas difamatórias contra as vítimas e quem os assiste, nenhuma indenização por parte da justiça e pouquíssimos casos de renúncias dos cleros.

Entre milhares de padres acusados, poucas dezenas deles foram tirados do seu lugar. E nunca, nenhum dos bispos e cardeais que os encobrem, foi levantado de seu cargo.

Ao novo Papa pedimos, por fim, abrir os arquivos diocesanos e vaticanos, obrigar a dar informação sobre o crime, deixar que sejam exclusivamente os fiscais a avaliar sua consistência, obrigar indenizações às dioceses e às ordens religiosas pertencentes.

Não mais palavras vazias de desculpa. As palavras não curam feridas, nem dão verdade e justiça às vítimas e a seus seres queridos.

Pedimos que sejam entregues à justiça, os padres e todos aqueles que estejam evidenciados com a responsabilidade de abuso ou encobrimento em pederastia.
Sem verdade e justiça continuará o massacre de dezenas de milhares de crianças e a impunidade diante dos abusos aos que foram submetidos por seus sacerdotes.

Francesco Zanardi
VEJA O VIDEO
http://www.video.mediaset.it/video/iene/puntata/377753/trincia-abusi-nascosti-dalla-chiesa.html

A:
Papa Francesco
Pedimos ao novo Papa medidas concretas anti-pederastia

Cordiali saluti,
[Il tuo nome]

Ultime firme

    Sostenitori


    Sviluppa il tuo strumento per vincere

    Utilizza le API di Change.org per sviluppare strumenti di organizzazione personalizzati. Scopri come iniziare.