Decision Maker

Ministério Público do Rio de Janeiro

  • MPRJ

Does Ministério Público do Rio de Janeiro have the power to decide or influence something you want to change? Start a petition to this decision maker.Start a petition
Petitioning Wilson Witzel, José Eduardo Gussem, Omar Gabriel Haj Mussi, Glaudiston Galleano Lessa, Polícia Civil do Estado do Rio de Janeiro, Ministério Público do Rio de Janeiro

Justiça para João Pedro

EUA João Pedro, de 14 anos, foi morto pela polícia do Rio de Janeiro. Somente em 2019, a polícia do Rio matou 1.814 pessoas; um recorde de todos os tempos. As vítimas são, principalmente, jovens negros. João foi baleado em sua casa e seu corpo foi levado pela polícia do Rio de Janeiro. Sua família esperou 17 horas até receber notícias de seu paradeiro. Eles finalmente encontraram o corpo de João Pedro no Instituto Médico Legal (IML). A família contou 72 marcas de bala nas paredes da casa. Os policiais dizem que João morreu em um tiroteio iniciado por criminosos. Os vizinhos dizem que é mentira. A escalada nos assassinatos da polícia ocorre depois que o governador Wilson Witzel prometeu "cavar túmulos" e atirar em criminosos "em suas cabecinhas" para impedir o crime. Sob Witzel, a polícia do Rio realiza ataques frequentes de helicópteros, sempre em bairros pobres. Como tarefa de casa, uma criança de uma escola local escreveu: "Não gosto de helicópteros. Quando eles chegam, as pessoas morrem”. A pandemia não diminuiu a velocidade da polícia, só piorou a situação. Por favor, espalhe isso e vamos alcançar justiça para João Pedro, juntamente com todos os assassinatos ilegais que esses policiais cometeram. Exigimos que  os policiais envolvidos sejam identificados e responsabilizados penalmente pela morte de João Pedro Mattos Pinto. Fonte: The Brazilian Report

Nico S
3,075,498 supporters
Justice For Joāo Pedro

Response from the Public Prosecution Service of Rio de Janeiro - Brazil The Public Security Specialized Action Group (GAESP/MPRJ) clarifies that there is a Criminal Investigation Procedure going on and João Pedro's relatives and all witnesses to the fact have already been heard. At this moment, the federal police officers who participated in the operation are being heard. The group points out that it will monitor, with its own technical staff, the simulated reproduction of the facts to be designated by the PCERJ in the police investigation records of the Homicide Police Station. The Public Security Specialized Action Group reaffirms that it is taking all measures and making every effort so that the investigation complies with the dictates of the Inter-American Court of Human Rights and that the facts are fully clarified in the best interest of truth and justice.

1 month ago
Justiça para João Pedro

O Grupo de Atuação Especializada em Segurança Pública (GAESP/MPRJ) esclarece que existe um Procedimento de Investigação Criminal (PIC) instaurado onde já foram ouvidos os parentes de João Pedro e todas as testemunhas do fato. Nesse momento, estão sendo ouvidos os policiais federais que participaram da operação. Além disso, o grupo ressalta que irá acompanhar, com corpo técnico próprio, a reprodução simulada dos fatos a ser designada pela PCERJ nos autos do inquérito policial da Delegacia de Homicídios. O GAESP reafirma que está tomando todas as medidas e realizando todos os esforços para que a investigação atenda os ditames da Corte Interamericana de Direitos Humanos e que os fatos sejam cabalmente esclarecidos no melhor interesse da verdade e da Justiça.

1 month ago