Decision Maker

Governo do Estado de São Paulo

  • SP

Does Governo do Estado de São Paulo have the power to decide or influence something you want to change? Start a petition to this decision maker.Start a petition
Petitioning Governo do Estado de São Paulo

Vamos resgatar o Rio Pinheiros (SP) #VOLTAPINHEIROS

Carta-aberta a todos os Paulistanos: Qual foi a última vez que as pessoas, as empresas e o poder público se uniram em busca de uma grande melhoria para nossa comunidade sem qualquer interesse político, partidário ou financeiro? Difícil responder a essa pergunta sem questionar nossa inércia social e nosso frágil engajamento coletivo. No dia 5 de setembro de 2017, nosso pequeno grupo de sonhadores cidadãos brasileiros iniciou um movimento que busca atrair a atenção da sociedade para o maltratado Rio Pinheiros. Todo dia, milhões de pessoas passam por ali, e esse ali está em todo lugar. São 25 quilômetros de descaso, sujeira e desrespeito. Nós até esquecemos que ali vivia um rio de verdade. Esse é o nosso rio? Podre, morto, imundo. É isso que os moradores de uma das maiores cidades do mundo chamam de rio? Não, nós não acreditamos nisso e pedimos o seu apoio. O movimento #VoltaPinheiros tem um único objetivo: tirar o rio do esgoto do esquecimento, colocá-lo de volta no centro das atenções e convidar a sociedade civil a discutir seriamente o seu futuro. Impossível? Se ninguém fizer nada, sim. Por isso, o Movimento #VoltaPinheiros convida cada um dos paulistanos, de origem ou coração, a compartilhar esse movimento. Vamos convidar os poderes públicos, as empresas que margeiam o rio, as empresas que não margeiam, mas sentem o seu cheiro, todos nós, cidadãos, a ajudar. Vamos mobilizar todo mundo. Vamos pedir a cobertura e o holofote dos veículos de comunicação. Vamos, juntos, resgatar o nosso rio. Sim, os problemas do Brasil são inúmeros, mas esse não deixa de ser um deles. Para isso, precisamos nos sentar em volta da mesa e debater soluções viáveis, patrocínios e esforço político e ético consciente. Está na hora de dar o exemplo para o país inteiro de que a mudança é possível. E esse exemplo tem que vir das pessoas. Portanto, não fique indiferente. Afinal, que rio vamos deixar para os nossos filhos? Hoje, o que pode parecer um simples abaixo-assinado se transformará em um grande movimento com a sua ajuda. Mas isso só vai acontecer pra valer se você compartilhar essa ideia. Participe do #VoltaPinheiros e seja parte da mudança que o nosso rio e a nossa cidade precisa. Saiba mais em www.voltapinheiros.com.br

Volta Pinheiros
25,690 supporters
Petitioning Governo do Estado de São Paulo, Theodoro de Almeida Pupo Junior, Marco Antonio Assalve, Benedito Marques Ballouk Filho, José Renato Silva, Luiz Antônio Meirelles da Silva, Marco Antonio Da Silva, E...

Pelo direito Passe Livre fora de horário de aula, mas em atividades que envolvam o estudo

Muitos estudantes beneficiários do Cartão Bom Escolar - Passe Livre foram prejudicados no dia 08/05/2018 com a suspensão do benefício. No dia 23/04/2018 foi enviado aos estudantes beneficiários um e-mail solicitando esclarecimentos devido ao uso "indevido" do cartão. O esclarecimento devia ser enviado para o e-mail dac@emtu.sp.gov.br até 25 de abril de 2018. No entanto, esses esclarecimentos não foram suficientes ou simplesmente não foram lidos, ou seja, nosso direito à defesa foi ignorado e o benefício foi cortado até o final do ano letivo de 2018. Muitos estudantes usam o cartão por diversos motivos que, mesmo fora do horário de aulas, envolvem o estudo, como: 1) Realização de trabalhos na instituição de ensino, como os alunos que estão em ano de TCC e acabam passando a maior parte do dia na faculdade realizando o trabalho; 2) Muitos cursos em universidades EXIGEM horas complementares (atividades extracurriculares), ou seja, os alunos precisam realizar 200 horas em atividades culturais, e elas precisam ser cumpridas para que o aluno obtenha o diploma; 3) Saída do trabalho direto para a instituição de ensino, o que envolve pegar um ônibus um tempo antes do horário permitido, pois, muitas vezes, se esses estudantes voltam para casa, chegam atrasados à aula; 4) Alguns alunos, em busca de sua melhor formação, vão a sua instituição e, lá, passam o dia estudando; 5) Estágios não-remunerados, ainda que saibamos que o benefício não pode ser usado para este fim. Muitos cursos universitários OBRIGAM os alunos a fazerem estágio para que possam conseguir seus diplomas. No entanto, esses estágios não pagam para os alunos estarem ali, ou seja, não recebem bolsa-auxílio, vale-alimentação ou transporte. O aluno precisa, além de muitas vezes pagar a própria universidade, arcar com os custos dessa atividade que está direcionada ao ensino, assim como todas as supracitadas.  Ademais, temos uma cota de 48 passagens por mês a ser utilizada, ou seja, se a cota acabar, o aluno arcará com o restante que precisa para realizar suas atividades, mas é importante que ele tenha o direito a sua cota fora do horário de seu estudo, visto que a faculdade exige dos alunos muito além de seu horário de aulas. Os e-mails com esclarecimentos por estes motivos não foram aceitos, talvez sequer tenham sido lidos. É importante perceber que todas as razões acima contribuem para a formação de cada estudante. Acredito que todos sabem a dificuldade que é entrar em uma faculdade pública ou pagar uma privada e ainda ter de arcar com os custos de transporte até elas que, muitas vezes, não são próximas e exigem atividades extracurriculares. Pedimos que olhem humanizadamente para estes motivos, pois nem todos fazem uso "indevido" do benefício como foi dito por vocês. Além disso, quando recebemos o e-mail da dac@emtu.sp.gov.br avisando-nos sobre a suspensão do benefício, foram expostos todos os e-mails e, consequentemente, fotos de todos os estudantes suspensos. O que foi uma exposição sem tamanho a todos nós.  Estamos em busca de nossos direitos de formação, apenas.

Isabela Souza
446 supporters
Petitioning United Nations, Council of the European Union, United Nations Security Council, United Nations Development Program, Bundesministerium für Wirtschaft und Energie, President of the United States, Don...

Economic and diplomatic measures against Pakistani State sponsored terror

Thank you for your heartfelt sympathy and support to India during the gruesome, dastardly attack in Pulwama, where more than 49 Indians were murdered by JeM suicide bombers directed by Pakistan ISI.  Despite the fact that the responsible JeM terrorists were found and killed by Indian forces within hours after the attack, the puppet government of Pakistan deplorably denies responsibility. This is the same government that has taken no action to date on the ample evidence from the 2008 Mumbai attacks that killed citizens of several countries, and also of several other attacks on India since. Those that now shamelessly preach self-restraint to India should introspect on their own complicity in expanding Pakistani terror networks' capabilities hundred-fold in the intervening period. It is clear that all parts of Pakistan, including the so-called ‘civilian’ government are directly involved in terror as state policy.  They want to build the physical LinkedIn of all terrorist organizations because they think this gives them global reach, international stature, ability to ‘punch above their weight’ and influence policy anywhere in the world in their favour. Anyone with a ‘destruction of humanity’ mindset is a welcome friend to this network. The world community needs to urgently disabuse Pakistan of this dangerous delusion, in a permanent and persistent manner. ‘Business as usual’ with Pakistan only emboldens Pakistan and makes matters worse. As the saying goes, the milk you feed a snake comes back out as poison. Pakistani-origin terror has struck in places as far afield as California, UK, Paris, Rotterdam, and many others besides India, Afghanistan and Iran. This, in addition to the mass grooming, rape and other Pakistani-criminal networks of Rotherham, Rochdale, Wolverhampton and elsewhere. Their reach and capabilities are only expanding.  Maximum deniability is designed into Pakistan’s terrorist operations, making a mockery of international norms and severely frustrating international cooperation, rule of law and action. We’re writing to request you to enact the following measures in solidarity with India, to let Pakistan know that the world is not buying their lies and will hold them accountable for State sponsored terrorism. We implore you to Drastically cut down your country’s imports from Pakistan. Acquire those items from India instead.  Examine your country’s trade rules for these items to see if they advantage Pakistan over India. If so, please correct the rules to level the playing field. Declare Pakistan a State sponsor of terrorism. Deny Pakistan any military and economic aid, deny military exports to or from Pakistan. Deny visas to Pakistani current and former military personnel and diplomats. If they’re visiting your country, they’re likely engaging in terrorist activation and indoctrination on the side. Support efforts in FATF, UN and other multilateral fora to cut out all funding and aid to Pakistan until they eliminate Pakistani-origin terror in other countries.  Pakistan is the single biggest risk to world peace and prosperity. Unless the thriving Pakistani laboratories and factories of terror are eliminated, every country is at risk.  Hurting Pakistan economically is the first step to see if we can collectively get them to change their behavior. Take whatever additional diplomatic measures are possible, to let Pakistan know that Terror and Trade cannot go hand in hand. Indians and the Indian diaspora are watchful and weary of the countries and companies that benefit from the growing Indian economy, turn around and  feed the Pakistani terror complex via aid to and imports from Pakistan. We urge you to correct this immediately. The book ‘Military Inc.’ and others outlined how economic relations with Pakistan directly fuel the military to perpetuate terror networks. Sanction the personnel and freeze the assets of these Pakistani ‘military-industrial complex’ companies. We urge you take all the above measures, all of which are especially low risk for your country but likely effective, to demonstrate the sincerity of your words and follow-through. Pakistan is counting on incoherent international action. Let’s prove them wrong. The security of democracies and civil societies, including yours, depends on your actions today. Time is of the essence. PLEASE ACT NOW!

An Anon
196 supporters